Motivação no Ambiente de Trabalho

Motivação no Ambiente de Trabalho
14/10/2021

O bem-estar dos colaboradores no ambiente de trabalho, sem dúvida alguma, deve ser uma preocupação constante das empresas. E esse bem-estar está diretamente relacionado à motivação.

Por sua vez, sentir-se motivado contribui bastante para desempenhar bem e interessar-se, cada vez mais, pela atividade profissional.

Engana-se quem acha que a motivação no ambiente de trabalho não é também uma responsabilidade da empresa. Afinal, quem mais tem a perder com a desmotivação são os negócios.

Mas a motivação no ambiente de trabalho vai além do estado de espírito do colaborador em um dia específico.  Ela impacta diretamente como esse profissional age, desempenha suas atividades e influencia o restante da equipe, todos os dias.

Confirmo que todo profissional motivado, seja qual for a sua área de atuação, rende mais, apresenta maior produtividade e se relaciona melhor com os colegas de trabalho.

Milhares de companhias sabem disso e, atualmente, vi muitas delas inovarem e trazerem benefícios que vão além dos tradicionais planos de saúde, vales refeição, vales transporte, etc.

É claro que um upgrade no salário é sempre bem-vindo, mas há diversas outras formas de motivar os funcionários sem precisar desfalcar, em momentos de crise, a programação financeira do seu negócio.

A seguir, separei algumas dicas para manter o seu time focado e com a motivação sempre em alta:

  1. Renovação de energia com metas desafiadoras e possíveis

Nas equipes de venda, por exemplo, têm pessoas que já nascem “vendedoras”. Já outras aprendem e buscam esse perfil, no meio do caminho, principalmente através da motivação.

O bom desempenho nas vendas, por si só, já origina uma sensação especial de conquista, que gera muita energia positiva. Mas bons líderes de equipes de venda fazem papel de coach, motivando os vendedores a buscarem essa conquista.

Não basta apontar e cobrar. Muto menos criticar. É preciso mostrar caminhos, elevar a autoestima desses profissionais, revelando seus pontos positivos e até onde podem chegar, do quanto são capazes, como podem se desenvolver e se entregarem mais.

Assim como é também importante propor objetivos possíveis. Quando metas de trabalho inalcançáveis são constantes no nosso dia a dia, o sentimento de insatisfação e desânimo é inevitável.

Sempre vale a pena criar metas desafiadoras, mas precisam ser reais e propostas junto com um plano de ação para que os times alcancem o objetivo final.  No final, quando conseguirem bater as metas, o resultado será muita satisfação e estarão prontos –  motivadas – para se aventurarem em objetivos ainda maiores.

2. Reconhecimento e premiação para toda a equipe

Bom desempenho e aumento de produtividade precisam ser reconhecidos com prêmios, seja esses em forma de folgas, viagens ou valores em dinheiro. Parabéns é bom, mas não basta. O reconhecimento precisa ser materializado.

Inclusive, acredito que as comissões não devam ser só para as equipes de vendas. Vale a pena comissionar todas os envolvidos: setor administrativo, suporte, financeiro, de qualidade, etc.

É muita gente envolvida e esse reconhecimento coletivo é importante. Quando todos ganham em cima da produtividade, todos passam a se preocupar com a vendas. Assim como são estimuladas oportunidades de integração e troca de experiências.

3. Comunicação aberta, liberdade e confiança entre colaboradores e gestores

Um gestor (líder) deve ser bastante acessível e bem próximo dos seus times. Isso permite trocas de experiência, ambiente amigável e interações mais significativas.

Ambientes amigáveis e leves, com liberdade, ajudam a promover a confiança que toda equipe deseja. O colaborador se sente motivado quando o gestor e toda a equipe confia nele.

Existem empresas que nem trabalham com relógio de ponto, permitindo horários flexíveis e maior autonomia pra os seus funcionários. São eles que escolhem o melhor horário para trabalhar, com exceção das reuniões agendadas.

Inclusive quando um integrante da equipe passa por problemas pessoais ou de saúde, em pleno expediente, nada é mais prudente que liberá-lo para resolver seus problemas. Por que insistir em mantê-lo no escritório, disperso e desfocado?

A possibilidade de renegociar horas ou mesmo permitir o home office vai fortalecer a relação de confiança entre o gestor e o colaborador e, de quebra, esse funcionários se sentirá valorizado.

Tudo isso não significa que o gestor não deva corrigir uma postura inadequada ou ineficiente em sua equipe. É importante fazer isso e sempre pode ser feito de forma respeitosa.

4. Diversidade e Inclusão

Viabilizar equipes inclusivas e igualitárias, deixando seus colaboradores à vontade para serem quem são, favorece um ambiente mais criativo e produtivo.

É uma forma não só de promover ideias diferenciadas, mas também de despertar a consciência sobre as várias perspectivas possíveis, fortalecendo e integrando pessoas diferentes umas às outras.

Como já registrei em texto sobre esse tema: investir em diversidade faz os colaboradores se sentirem incluídos e mais engajados, resultando em retorno lucrativo tanto para o negócio quanto para a sociedade.

Sendo assim,  promover diversidade nas equipes de trabalho também é uma estratégia motivacional.

Inclusive, vale a pena registrar aqui, em relação à acessibilidade de funcionários portadores de deficiências ou reabilitados,  que a C&M Executive oferece ferramentas que permitem um modelo de negócio bastante inclusivo, seja qual for o porte ou segmento da empresa, ou seja: permitem estrutura adequada e confortável para pessoas com algum tipo de deficiência e/ou necessidade especial atuarem, confortavelmente, no mercado de trabalho.

5. Ambiente descontraído e confortável

Deixar o profissional escolher se prefere trabalhar em uma mesa de escritório ou sentado em um puff não provocará falta de compromisso com as suas tarefas.

Inclusive um espaço para descontração, uma sala de descanso, ajuda a relaxar e preparar o funcionário para uma longa jornada de trabalho ou para recuperar forças para o resto do dia.

A ciência afirma que um cochilo de 15 minutos, depois do almoço, faz um bem enorme para a saúde! Para quem trabalha full time e almoça na rua, tal sala de descanso dentro da própria empresa é um diferencial tão grande que se transforma em benefício.

Para montá-la, basta investir em sofás, puffs, almofadas, em um local estratégico afastado das mesas e da entrada, onde barulho não é bem-vindo.

Há empresas que até oferecem café da manhã e/ou lanche da tarde em algum dia da semana. Esse benefício pode até gerar um certo impacto na conta, mas pãezinhos, manteiga, café e frutas não levarão o empreendimento à falência.

Poderia parar por aqui, mas não posso deixar de registrar como é importante o entrosamento entre os integrantes da equipe, também fora da formalidade do ambiente de trabalho.

Sabendo disso, algumas empresas até liberam os funcionários um pouco mais cedo, uma vez por semana, para um happy hour com os colegas.

Entre uma cerveja e outra, as pessoas podem se conhecer melhor, facilitando a comunicação no dia a dia, deixando a convivência dentro do ambiente corporativo mais agradável.

Quando as equipes se conhecem e interagem sobre assuntos que não estão relacionados ao trabalho, passam a se sentir mais à vontade no escritório.

Por isso, estabelecer um dia da semana para o happy hour pós-expediente é uma das melhores maneiras de incentivar o entrosamento da equipe. 

Por fim, eu não poderia deixar de mencionar a tradicional confraternização da empresa, no fim do ano. Mas é super válido também promover confraternizações em outras épocas do ano, como na Páscoa, período de Festas Juninas, etc.

Só não esqueça de possibilitar o envolvimento dos funcionários no planejamento e execução dessas festas, mais uma oportunidade de integração.

Enfim, para implementar quaisquer dessas sugestões, é bom que os gestores reflitam que hoje, mais do que nunca, realização pessoal e profissional são inseparáveis e simplesmente não têm preço.

Emerson Carrijo

CEO, C&M and Vocom Brasil Group

VP Sales myhive

• 18 anos de experiência em tecnologia de comunicação

• 12 gestão de vendas e financeira

• Investidor, empreendedor. Acredito que quem realmente quer, consegue.

• Especialista em expansão e capilarização empresarial na América Latina e Ásia.

•  Acesse o linkedin de Emerso Carrijo

Categories: gestão, Marketing
Share us on: